Mais hortas em Mogi das Cruzes e Suzano

HC Suzano (1)

A concessionária de energia elétrica EDP Bandeirante cedeu três áreas em cidades vizinhas de São Paulo e apoiou financeiramente a construção de hortas comunitárias pela CIDADES SEM FOME.

Fechamos uma valiosa parceria com a EDP Bandeirante e o Instituto EDP que proporcionou três novas hortas do nosso Projeto Hortas Comunitárias. As áreas ficam nas cidades de Suzano e Mogi das Cruzes debaixo das linhas de transmissão de energia elétrica e pertencem à empresa.

Suzano e Mogi das Cruzes fazem parte do cinturão verde da cidade de São Paulo e são conhecidas pelas terras férteis. Em Suzano já desenvolvemos hortas e até estufas agrícolas no passado. Mogi das Cruzes, então, é a quarta cidade depois de São Paulo, Suzano e Santos, onde atuamos com o nosso Projeto Hortas Comunitárias.

Os trabalhos de construção das novas hortas tiveram seu início em março e estão sendo finalizados nesse mês de junho. As áreas não tinham até aquele momento uma destinação social.

A equipe técnica da ONG limpou os terrenos, arou o solo e incorporou adubos orgânicos como esterco de cavalo e de aves para a fertilização do solo.

As hortas de Suzano foram inauguradas em um evento de plantio coletivo e vários funcionários da EDP, vizinhos, membros da comunidade, interessados e voluntários participaram. Já se formaram grupos de moradores que se responsabilizaram pelas hortas. Juntos com eles, plantamos culturas como milho, quiabo, pepino, escarola e couve entre muitos outros.

Esses participantes estão sendo capacitados no cultivo de hortaliças pela equipe da ONG CIDADES SEM FOME. A equipe também realiza os trabalhos pesados como por exemplo a aração do solo. Depois de um ano, a capacitação será finalizada e os moradores do bairro darão continuidade às suas hortas.

O Instituto EDP foi criado no final de 2007, e iniciou suas atividades em 2008. Representa o compromisso do Grupo EDP para o desenvolvimento humano e social: por meio do acesso à cidadania, à cultura, ao esporte e à educação, incentivando cidadãos a repensarem suas atitudes de consumo e engajamento social, e, expressando seu investimento no Brasil.

A instituição apoia educação e desenvolvimento local e desenvolve projetos que têm como objetivo fortalecer o capital humano e social das comunidades por meio da promoção do acesso a atividades ligadas ao desenvolvimento escolar, acesso à renda, a bens e serviços e a oportunidades de desenvolvimento da autonomia e da construção da cidadania.